segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Eu que semprei tentei manter o controle, sobretudo quando não estava ao meu alcance. Agora tudo me foge às mãos e eu perdi as rédeas da minha vida. É tudo tão confuso e desordenado e eu não me lembro em qual pedaço me perdi. Eu, que nunca fui a mais forte, a mais bonita, muito menos a mais esperta. Sem grandes predicados, um dom, ou alguma coisa que faço bem. Isso nunca havia me incomodado antes mas agora é como se isso fizesse parte das minhas derrotas. A causa e o motivo. Ou algo assim. Sim, eu sei que se trata só de mais uma crise mas, é que eu só queria ser amada. Uma só vez. Nem que seja só um pouco, ou só por um instante. Mas de uma forma verdadeira, em que eu possa sentir que não sou tão ruim assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

Seguidores